É preciso praticar o vazio

 

 

O yoga é uma filosofia dedicada à compreensão da mente e à harmonização de seu mecanismo de funcionamento. Quando a mente encontra-se pura e emancipada de condicionamentos ela é capaz de expressar nossa verdadeira natureza espiritual. A plenitude e o discernimento decorrente deste processo nos possibilita compreender nossa meta existencial e conseguir seguir nosso caminho de forma respeitosa e harmônica. 

 

No entanto, enquanto isso não acontece, permanecemos reféns de uma mente viciada em seus condicionamentos e corrompida por suas próprias tendências argilosas. Dessa forma, a vida passa a ser dedicada à incessante busca por prazeres sensoriais e egóicos, e à constante repetição de padrões erráticos, incompatíveis com a nossa verdadeira essência, o que impossibilita a paz necessária para o processo de autodescobrimento.

 

Segundo o Yoga, apesar de tudo que esteja acontecendo em nossa vida, e independente da realidade que nos cerca, a mente pode permanecer livre de conflitos e agitações. Essa conquista depende do nível e da qualidade de funcionamento de nossa mente. Alcançar a maturidade de discernimento que permite uma franca e livre compreensão da realidade, e de si, e criar imunidade contra tudo que possa conduzi-la a níveis precários de compreensão e funcionamento é a proposta desta filosofia.